segunda-feira, 12 de setembro de 2011

OS AEROPORTOS MAIS INCRÍVEIS E PERIGOSOS DO MUNDO

        Alguns aeroportos no mundo, apresentam condições extremas de pouso e decolagem, tais como: pistas curtas, nevoeiro, ventos cruzados, inclinação, assim como, uma infraestrutura na mínimo curiosa e suas localizações.

1  - Aeroporto Princesa Juliana, Caribe

     Localizado na ilha tropical de St Maarten, nas Antilhas Neerlandesas é o segundo aeroporto com maior movimento do Caribe. Foi batizado graças a então princesa herdeira Juliana dos Países Baixos. É considerada uma das pistas mais difíceis de se aterrissar, devido ao seu tamanho reduzido, e pela localização da pista, que fica bem próximo à praia. Contudo, mesmo com o tráfego diário de aviões Boeing 747, MD-11, Boeing 757/767, nunca houve qualquer acidente.










2  - Aeroporto de Funchal - Ilha da Madeira

     Sua pista é ladeada de um lado pelo mar e pelo outro a montanha, a curta pista do aeroporto de Funchal foi encompridada por uma espécie de ponte para atingir o comprimento de 2.700 metros. Tal ponte, que ganhou a menção de uma das obras de engenharia mais notáveis do século XX, tem 180 colunas e 70 metros de altura.




      As suas pistas 5 e 23 são consideradas umas das mais difíceis e perigosas aproximações e aterragens do mundo, devido à alta turbulência sentida quando o vento é superior a 15 nós, sendo geralmente de direção 300 e 020. Na aproximação à pista, ventos descendentes e ascendentes (quando muito próximo da pista) e durante a aterragem é sempre esperada, por protocolo, grande turbulência assim com rajadas de vento laterais. Outra dificuldade sentida pelos pilotos, é o uplift (força ascendente) quando a aeronave sobrevoa a pista, dando uma sensação que o avião "não quer" aterrar. Devido às dificuldades técnicas apresentadas aos pilotos, é necessário uma licença especial para operações neste aeroporto.

3 - Aeroporto de Lukla, Nepal

      A cidade de Lukla está situada a 2.860 metros de altura, estando assim na base do monte Everest, tento muita circulação de turistas e aventureiros que vêm ou vão a Katmandu, capital do Nepal.



       A pista de Lukla foi construída nos anos 1960 sob ordens de Sir Edmund Hillary, o primeiro homem a alcançar o Everest. Nele, ao desembarcar ou decolar, não há margem para erro.
A pista tem 351 metros de comprimento com uma inclinação que alcança 30 metros a partir da base ao topo, dando-lhe um ângulo de cerca de 10 graus.
Para complicar ainda mais, no final da pista existe um abismo de cerca de 770 metros. Lukla é a pista onde todos que querem explorar o Himalaia são obrigados a desembarcar.
A emoção para escalar o Everest começa na chegada em Lukla.

4 - Aeroporto de Gilbratar

        A cidade de Gibraltar tem o único aeroporto internacional do mundo onde você, depois de aterrissar, pode ir caminhando até o centro da cidade, distante cerca de 500 metros. Mas as comodidades param por aí, porque a turbulência provocada pela formação rochosa a 400 metros da pista provocam sérias sacudidas nos aviões. A bizarrice deste aeroporto fica por conta da pista curta em uma cidade espremida entre montanhas, o que tornou imperativo que uma avenida atravessasse-a, por onde trafegam os veículos normais da cidade nos intervalos entre pousos e decolagens.




5 - Aeroporto de Courchevel, França

    Localizado na França, em uma área própria para a prática de esqui, o aeroporto de Courchevel nada mais é que um pedaço dos Alpes Franceses, transformado em pista de pouso. Com apenas 525 metros de comprimento e um desfiladeiro ao final de 1.722 pés, congelados, ele mais parece um tapete de gelo, com muito vento e condições climáticas que impossibilitam qualquer pouso suave.



2 comentários:

  1. esse primeiro aeroporto é igual ao marechal cunha machado em dia de chuva com os aviões pousando pelo lado do terminal de integração do são cristovão kkkkk... massa essa postagem...

    Abraços do Camarão.

    ResponderExcluir
  2. putz,nem sei o que falar

    ResponderExcluir